Realizando a prova beta 70-762 SQL Server

Data: 08/09/2016

Próximas Turmas

Não há turmas agendadas





Realizei hoje a prova 70-762 de SQL Server, ainda em beta. Vamos então falar um pouco sobre a prova.

A estrutura da prova

A prova é trabalhosa, complexa e repleta de pegadinas que você precisa conhecer. Com relação a estrutura da prova, posso resumir dizendo que não achei legal, achei mal montada.

As provas mais recentes que tenho realizado possuem um número total de questões (70 por exemplo) divididas em várias seções. Durante a prova você apenas vê o número de questões da seção em que está, não todas as questões. Encerrada uma seção, você não pode retornar a ela.

Algumas seções são totalmente baseadas em estudo de um cenário, que fica acessível em botões especiais durante a navegação pelas perguntas. Outras seções tem características especiais, a mais chatinha delas é a seção na qual não se pode fazer back. Normalmente é uma seção com cenários muito parecidos e um conjunto único de opções. A questão seguinte muda pouco em relação a anterior e fornece as mesmas opções, as vezes você se decepciona quando depois de umas 3 questões interpreta por outro angulo e pensa em mudar as opções, mas não pode voltar.

Agora, sobre essa prova: Tem ao todo 63 questões, a quantidade fica clara durante todo o tempo, Fiquei surpreso quando a prova foi interrompida na questão 53, foi uma finalização de seção. Ao contrário de outras provas, o total de questões fica sempre totalmente visível, então a finalização da seção chega de surpresa.

Dentro da seção de 53 questões, existem várias questões ligadas a cenários. Além de haver vários cenários em uma única seção, os cenários não são apresentados no formato bem organizado de cenários que encontrei em outras provas. O texto do cenário fica todo inserido junto do todo da questão, com uma pequena marca divisória, mas deixando a leitura difícil. Por exemplo, devo ter passado por umas 10 ou 15 questões nesse formato. Você não vai querer ler novamente o cenário em cada questão com o mesmo cenário, mas não fica nem um pouco claro visualmente quando o cenário muda. Neste caso específico o truque que usei foi praticamente ignorar o cenário, ler apenas a pergunta final abaixo do cenário e ir buscar no cenário as informações para responder a pergunta.

A seção 2, as últimas 10 perguntas, são cenários sem back como expliquei antes, mas com 2 ou três conjuntos distintos de cenários.

Considerando tudo isso, considerei a prova desorganizada e "pesada". Com apenas 150 minutos, considere os cenários que citei acima mais o fato de que existem questões de análise de deadlocks (em diferentes formatos de report) e análise de planos de execução, além de ter que analisar trechos em TSQL, podendo levar muitos minutos em algumas questões.



Sobre os assuntos da prova

Eis as impressões que os assuntos da prova me passaram:

  • A combinação dos assuntos abordados nas questões, detalhes técnicos dos assuntos e inúmeras pegadinhas - sim, tem muitas e muitas pegadinhas - fazem com que seja difícil alguém que não saiba muito bem o assunto passe na prova.
  • As questões são longas, arrisco dizer que não lembro de uma prova com questão tão trabalhosas, tal como a análise de deadlocks ou de planos de execução. Precisará usar truques de leitura, ir direto a pergunta final, buscar palavras chave, entre outros truques. Conhecendo o assunto, algumas perguntas de dropdown, por exemplo, são possíveis de serem respondidas sem nem ler o enunciado (mas não se arrisque assim, ok ?)
  • A forma pouco tradicional como cada assunto é abordado garante que apesar de algumas abordagens serem superficiais, a pessoa tem que conhecer o assunto. Pegadinhas, pegadinhas e mais pegadinhas.
  • Transações, transações, transações. É um assunto chave na prova, perdi a conta de quantas vezes esse assunto apareceu. O mais importante é que as transações apareceram com diferentes combinações de forma de uso e de formas absolutamente estrambóticas (pergunte ao google o que quer dizer). São combinações com try/catch, xact_abort, implicit_transactions, xact_state, save tran, com tudo isso combinado de formas incomuns.
  • Locks, deadlocks e isolamentos transacionais, em especial snapshot isolation level, read committed snapshot, bem como lock hints, foram uma presença constante na prova em vários tipos de questões
  • Os assuntos da prova definitivamente são cobertos pelos dois treinamentos online que anunciamentos, linguagem T-SQL e Performance Tunning do SQL Server. Junte os dois e estará pronto para realizar a prova.



Mais sobre os assuntos da prova


Vou montar uma lista geral de assuntos na prova, alguns aparecem de forma superficiais.

In Memory

Quando utilizar
Stored Procedures nativas
cross-container transactions
Durable e non durable
Indices e Bucket

Transações

Begin/Commit
Begin Try/Begin Catch
Implicit Transactions
XACT_Abort
XACT_STATE()
Save Transaction

Deadlock

Como identificar de diferentes formas (visual, textual)
deadlock priority

Profiler

Quais eventos escolher

Extended Events

Arquitetura, organização dos objetos
Targest, Actions, etc.
Como criar sessões

Query Store

Como configurar
Utilização básica

Planos de execução

Análise
Clustered, non-clustered e columnstore
Filtered index
Include
Missing Indexes
Rebuild
Estatística

Modelo

Tipos de objeto para cada situação
Tipos de campo para cada situação
Utilização de objetos para evitar permissão nas tabelas
Normalização
Otimização de batchs
Write Log


Perguntas "fora da curva" - perguntas que pareceram fora do lugar:

1 pergunta sobre elastic database exigindo conhecer as ferramentas
1 pergunta básica sobre segurança
1 pergunta sobre replicaçãp/alta disponibilidade



ÚLTIMAS DICAS .NET Transformations em arquivos config separados Algumas situações podem nos exigir trabalhar com arquivos config separados. Podemos, por exemplo, guardar toda a seção de string de conexões em um a .............................................Saiba Mais SQL Server Limpar o histórico do Query Store O Query Store nos auxilia de inúmeras formas a detectar problemas de performance a partir do SQL Server 2016. É uma excelente ferramenta para os DBA .............................................Saiba Mais SQL Server Select Into para novo Filegroup Uma novidade do SQL 2017 muito interessante e que há muito era pedida é a possibilidade de realizar um Select Into para um filegroup diferente. I .............................................Saiba Mais SQL Server Recuperando informações sobre vlogs no SQL 2017 O excesso de vlogs - virtual log files - dentro dos nossos bancos de dados, pode prejudicar a performance do log e da base como um todo. Até a ve .............................................Saiba Mais


Búfalo Informática
e-mail: Contato@bufaloinfo.com.br
Telefones: (21) 99240-7281 (21) 99240-5134